Como ganhar dinheiro com a internet em 4 passos

Você quer ter um negócio online e ganhar dinheiro na internet? Bem-vindo ao clube! Hoje, muitas pessoas têm o sonho de abrir uma empresa digital, que lhes dê a possibilidade de ter flexibilidade para trabalhar em qualquer lugar e horário e, claro, ter um bom retorno financeiro.

Ainda assim, muitas dessas empresas acabam encerrando suas atividades no meio do caminho, e todos aqueles profissionais que haviam sonhado em mudar de vida acabam voltando para seus antigos empregos ou trabalhando com algo de que não gostam. Mas por que será que isso acontece? E afinal, como ganhar dinheiro com a internet?

Se você também está se fazendo essa pergunta, que tal conferir as dicas do Natanael Oliveira? Ele é palestrante do CONAED e um dos novos nomes do marketing Digital. Além de publicitário, é co-fundador da agência digital Busca i-marketing e do Portal marketing Com Digital. Veja o que ele tem a dizer sobre ganhar dinheiro na internet e mão à obra!

1. Tenha um bom site ou blog

Muitas pessoas acham que, para ter um bom blog, só o que precisam fazer é adquirir um domínio, colocar os códigos html e esperar o sucesso chegar. É justamente aí que elas se enganam.

Se você quer alavancar o sucesso do seu site ou blog, precisa que ele seja (entre outras coisas) amigável aos mecanismos de busca. Só isso já envolve uma série de fatores, pois o site precisa ser leve, carregar rapidamente, ter uma hospedagem segura e conteúdos relevantes…

A princípio, parece muito trabalho, mas pense bem: é lá que as pessoas vão encontrar seus conteúdos e, principalmente, informações sobre o seu produto ou serviço. Ou seja: é o melhor lugar para interagir com o seu público.

Não se convenceu ainda da importância de ter um bom site? Aqui vão mais dois motivos: autoridade e reciprocidade. O primeiro significa que você pode construir uma imagem extremamente forte de expert na área em que atua. E, quanto maior a autoridade, maior a facilidade de gerar vendas online.

Já o segundo tem a ver com o fato de que as pessoas se sentem gratas quando você se dispõe a ajudá-las a solucionar um problema. Sabe como elas irão retribuir o favor? Isso mesmo: se tornando seus clientes e/ou divulgando o seu negócio. No final das contas, isso pode se transformar em um grande diferencial competitivo.

2. Atenção à sua lista de emails

Você já deve ter ouvido falar na importância de criar uma lista de emails. Mas isso não pode ser feito de qualquer maneira, afinal, você não quer pessoas entrando na sua lista aleatoriamente.

Talvez você esteja se perguntando: mas se eu já tenho muitos acessos no meu site, por que preciso de uma lista de emails? Bom, imagine que algo aconteça com seu site – por exemplo, cair várias posições no Google. Como você irá manter uma comunicação direta com seus clientes? Isso mesmo: através dos emails.

Mas atenção: como falamos antes, você não pode trabalhar com qualquer tipo de pessoa; é preciso definir o cliente ideal. Uma boa maneira de fazer isso é anotar quais são as dificuldades, necessidades e desejos desse cliente.

Feito isso, crie um material e ofereça-o em troca do email dele.  Para ter mais sucesso com essa estratégia, evite conteúdos muito genéricos. Experimente produzir um conteúdo focado na resolução de um problema específico.

3. Use o poder do conteúdo

Será que você sabe como utilizar o conteúdo como ferramenta de marketing da maneira mais correta? Anúncios e compra de tráfego imediato são boas estratégias, mas se você realmente quer construir um relacionamento com seu público, o melhor caminho é o compartilhamento de conteúdo – e isso vale não só para artigos, mas também vídeos, treinamentos, relatórios etc.

Uma das grandes vantagens dessa estratégia é que ela permite segmentar o seu público por interesse, ou seja, você pode saber exatamente quem se interessa por cada assunto específico. Depois, você poderá enviar os emails sobre esse tópico apenas para quem demonstrou ter interesse.

Resumindo, você precisa engajar o público e prepará-lo para a conversão. Só depois disso é que é o momento certo de iniciar o processo de vendas.

4. Descubra o momento ideal para a venda

Talvez você não saiba, mas há uma relação direta entre o preço do seu produto e o tempo da campanha de vendas. É por isso que receber muitos cliques na sua página de vendas nem sempre é sinônimo de muitas vendas: às vezes, o público acessa a página, mas não encontra o momento certo para a venda.

Você precisa ter em mente que, quanto maior for o valor de um produto, mais tempo você precisará para oferecê-lo.  Em outras palavras, quanto maior for o valor do seu produto, maior será o tempo para que seu público seja segmentado e se engaje. Esse processo inclui a disponibilização de uma série de conteúdos gratuitos que irão gerar o engajamento. Só então é que haverá uma ação, quando você finalmente fará sua oferta.

 

Gostou?  Então me diga nos comentários as sacadas/dúvidas e comentários que surgiram para você.

 

 

Quer aprender mais sobre como ter um negócio de sucesso usando a Internet?
Então aproveite e baixe grátis as 5 Maiores Sacadas que tirei do meu livro, Negócios Digitais!

4 Comentários

  1. Gercino Perussulo Filho

    Muito interessante as dicas, será que funcionam mesmo que eu não tenha habilidades com a internet ou computador??

    Responder
    1. Alan Pakes

      Gercino, funcionam sim. Não é porque você não tem habilidade, que você não pode começar. Basta querer e começar!!! Tenho novidade….estamos abrindo a lista para o curso Ultra Lista, segue link: http://gere.ultralista.com.br/. Abraços.

      Responder
  2. maria aparecida tavares martin

    GOSTARIADE SABER MAIS SOBRE ISTO E COMO PARTICIPA

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *