Como fazer um conteúdo que gera resultado: uma técnica pouco conhecida

Você com certeza já sabe que produzir conteúdo é uma das melhores maneiras de ter sucesso no meio digital. Não importa o tipo de conteúdo ou se ele é gratuito ou pago: se você quer se tornar uma autoridade e ser reconhecido pelo público, precisa que ele valorize a sua informação.

Mas isso não significa que todo conteúdo é eficiente. O que um conteúdo precisa ter para ser atraente? Como se comunicar de verdade? O Bruno Picinini, palestrante do CONAED, tem uma dica muito boa, que vai te ajudar a atrair muitos leitores para o seu blog ou site. E o melhor de tudo é que ela serve para todos os tipos de comunicação: pessoal, vídeos, artigos, conteúdo gratuito e pago e até mesmo redes sociais.

Como você aprende?

Rear view of the teens sitting in the classroom and raising hands to answer the question. [url=http://www.istockphoto.com/search/lightbox/9786738][img]http://dl.dropbox.com/u/40117171/group.jpg[/img][/url]

O primeiro passo é ter em mente que as pessoas aprendem de maneiras diferentes. De maneira geral, podemos dizer que existem 5 tipos de aprendizes:

  • os extremamente motivados, que costumam aprender sozinhos
  • os que precisam de um empurrãozinho
  • os que precisam de um passo a passo preciso
  • os impacientes, que querem ver logo o conteúdo
  • os que preferem aprender a ideia geral e fazer tudo por conta própria

Agora, você deve estar se perguntando: se existem tantas maneiras de aprender, como atender a todas elas? É essencial que você saiba a resposta dessa pergunta, já que ignorar um desses tipos significa menos clientes e, consequentemente, menos dinheiro. Por isso, independentemente do seu tipo de conteúdo, você deve sempre levar em consideração essas 5 maneiras de aprendizagem.

A técnica MIA

A técnica de Bruno é baseada em três fatores: Motivação, Informação e Ação. Ou seja: primeiro, você motiva a pessoa; em seguida, dá as informações necessárias e, por fim, ensina o que ela deve fazer. É importante seguir esses três passos porque só informação não é mais suficiente; você precisa motivar e inspirar o seu público para que ele alcance o resultado que está buscando. Só assim as pessoas vão perceber que a sua informação é realmente útil – e isso também é vantajoso para você, pois será reconhecido como uma autoridade.

Quer um bom exemplo disso? Às vezes, vemos a mesma informação em várias fontes, mas só depois de muito procurar é que encontramos alguém que consegue falar do assunto de uma maneira que fique claro para nós ou que realmente nos motive. No final das contas, quem vai ser lembrado? Isso mesmo: essa última pessoa que consultamos.

E como estruturar meu conteúdo?

 estrutura-conteudo

Uma boa dica é começar escrevendo seu título e o MIA, ou seja, um resumo do que vai ser escrito em cada uma dessas três partes. Acredite: seguir essa estrutura vai fazer toda a diferença nos seus conteúdos. Depois, é só começar a escrever e ver seus resultados melhorarem!

A maior vantagem dessa estrutura é que ela engloba todos os estilos de aprendizagem que citamos no começo, logo, você consegue atingir um público muito maior.

Então, que tal começar a aplicar essa técnica nos seus conteúdos? Com certeza, você logo estará tendo resultados incríveis. E se quiser aprender mais dicas de ouro com o Bruno Picinini, não deixe de conferir a palestra dele no CONAED: O Espetacular Poder do Storytelling.

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *