Como usar a ferramenta do Google Adwords para descobrir o que o seu público pesquisa

Se você trabalha ou quer trabalhar com um negócio online, com certeza já ouviu falar na importância de produzir bons conteúdos. Apesar de não ser recomendável apostar todas as suas fichas nesse processo, a produção de conteúdo sempre deve estar incluída nas suas estratégias, afinal, ela lhe ajudará a estar nas primeiras posições dos mecanismos de busca.

Só que, para chegar lá, você precisa levar em consideração uma série de fatores, como site otimizado, URLs amigáveis e, claro, o uso das palavras-chave corretas. Mas como definir essas palavras, se você não sabe o que o seu público está procurando?

A boa notícia é que existem várias ferramentas que podem te ajudar nessa tarefa. Uma das mais populares é o Google Adwords. Além de ser gratuita, essa ferramenta permite pesquisar ideias de palavras-chave e receber o histórico de estatísticas e estimativas de tráfego. E o melhor: você não precisa ser expert para usar o Adwords. Quer ver como é fácil?

Por onde começo?

O primeiro passo é criar uma conta do Google AdWords e fazer o login. Antes, era possível usar essa ferramenta anonimamente, mas o Google não permite mais essa prática. Se esse era o seu caso, você ainda pode utilizar o Planejador de palavras-chaves – basta fazer a conta do Google AdWords.

Pesquisando novas palavras

Se você está começando agora, uma boa dica é clicar na opção Pesquisar novas ideias de palavras-chave e de grupos de anúncios. Em seguida, digite uma ou mais das seguintes opções nas caixas mostradas:

  • palavras ou frases que descrevem o seu produto ou serviço
  • categoria relevante para seu produto ou serviço
  • URL de uma página do seu site ou mesmo o site inteiro

Clique em Ver ideias para analisar as palavras-chave nas guias Ideias de grupos de anúncios ou Ideias de palavras-chave.

Para adicionar uma ideia de grupos de palavras-chave ao seu plano, basta clicar nas setas duplas. O histórico de estatísticas exibido na tabela pode lhe ajudar a definir quais palavras-chave devem ser adicionadas ao seu plano.

Uma vez criado o seu plano, é só clicar em Receber estimativas e analisar o plano. O AdWords irálhe oferecer um gráfico com as estimativas de tráfego diário e o intervalo de lances máximos de custo por clique.

E se eu já tiver uma lista de palavras-chaves?

Nesse caso, o Google AdWords pode lhe dar uma ideia do desempenho das palavras escolhidas, inclusive com estatísticas do volume de pesquisas. Para isso, você deve clicar em Receber o volume de pesquisas de uma lista de palavras-chave ou reuni-las em grupos de anúncios. Em seguida, digite uma linha de palavras-chaves separadas por vírgulas (ou uma em cada linha).

Para receber o histórico de estatísticas, os dados da concorrência e o volume de pesquisas mensais, é só clicar em Receber volume de pesquisas. Depois disso, você pode filtrar os resultados, se desejar.

Filtrando os resultados

A ferramenta do Google AdWords também permite segmentar, personalizar e filtrar os resultados. Você pode segmentar os resultados por idioma, local e configurações de rede, personaliza-los por período e filtrá-los por histórico de estatísticas ou opções de palavras-chave. Você pode ainda incluir ou excluir certas palavras-chaves.

2 dicas de ouro para escolher suas palavras-chave

Você já tem uma ideia de como usar a ferramenta do Google AdWords para saber o que o seu público tem pesquisado. Mas existem alguns truques que vão lhe ajudar a escolher e organizar melhor suas palavras-chave. Confira:

1. Ao criar sua lista, pense como o cliente

Quais são as palavras, frases ou termos que os seus clientes usariam para falar dos seus produtos ou serviços? Experimente fazer uma lista e inclua as principais categorias do seu negócio, além de termos e frases que se encaixam nessas categorias.

2. Leve em consideração sua meta

Você está selecionando palavras-chave mais específicas ou abrangentes? A melhor maneira de definir isso é analisando a sua meta. Se o objetivo é atingir o maior número possível de pessoas, a dica é usar palavras-chaves mais abrangentes. Mas atenção: se elas forem abrangentes demais, podem acabar aparecendo em pesquisas que não estão relacionadas ao seu negócio, além de serem mais competitivas.

A melhor maneira de descobrir o que funciona melhor para você é testar palavras-chave mais e menos específicas e analisar quais trazem os melhores resultados. No final das contas, o que importa não é se elas são abrangentes ou específicas, e sim que sejam relevantes para o seu site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *